Linha de Apoio808 200 199

Prevenção de Cancro

Informação Geral | Prevenção de Cancro | Alimentação Pós-Tratamento | Como está o seu peso? | Contactos

  • Alimente-se bem

 

Alimentos densamente energéticos e bebidas açucaradas

 

A densidade energética refere-se à quantidade de energia (em Kcal ou Kj) fornecida por uma determinada porção de um alimento, normalmente 100g. São considerados alimentos densamente energéticos aqueles que fornecem mais que 225-275 Kcal por 100g.

Os alimentos densamente energéticos, tais como alimentos fritos e confecionados com muita gordura, “fast food”, produtos de pastelaria, sobremesas doces, entre outros, promovem o aumento de peso, especialmente se consumidos regularmente e em grandes porções. Assim, estes alimentos não devem ser consumidos com frequência. Em particular, os alimentos denominados “fast food” (hambúrgueres, batatas fritas, pizza) devem ser consumidos poucas vezes, ou não consumidos de todo.

As bebidas têm normalmente uma densidade energética inferior à dos alimentos sólidos devido ao seu elevado conteúdo de água. No entanto, as bebidas açucaradas, apesar de fornecerem energia não parecem induzir saciedade ou a redução posterior do consumo de alimentos, pelo que provocam aumento de peso. O seu consumo deve ser evitado, devendo preferir-se sempre a água. Os sumos de fruta, mesmo sem açúcar adicionado, se consumidos em excesso, podem ter também este efeito no aumento de peso, pelo que não devem ser bebidos em grande quantidade.

 

Vegetais, fruta, cereais integrais e leguminosas

 

Sabe-se que o consumo elevado de alimentos de origem vegetal protege contra vários tipos de cancro. Uma alimentação rica neste tipo de alimentos, e em particular, rica em fruta e legumes, tem elevada densidade de nutrientes e fibra e baixa densidade energética, sendo também útil para ajudar a manter um peso saudável.

O consumo de alimentos ricos em fibra, tais como legumes, fruta, cereais integrais e leguminosas pode ter um papel protetor contra vários tipos de cancro, em particular contra o cancro colo-retal. Assim, o objetivo deverá ser o consumo diário de, pelo menos, cinco porções de fruta e legumes por dia (mínimo 400g), assim como de cereais pouco refinados (arroz integral, massa integral, pão integral) e/ou leguminosas como acompanhamento das refeições.

 

Carnes vermelhas e carnes processadas

 

O consumo de carnes vermelhas (vaca, porco, cabrito…) e de carnes processadas (bacon, chouriço, presunto) está associado ao aumento de risco de alguns tipos de cancro, nomeadamente de cancro colo-retal. Assim, o consumo médio de carnes vermelhas numa população não deve exceder os 300 gramas por semana. Desta, muito pouca ou nenhuma deve ser de carnes processadas.

Assim, deve dar-se preferência ao peixe e às carnes brancas. Quando comer carnes vermelhas, escolha as zonas mais magras.

As carnes processadas devem ser evitadas, uma vez que alguns métodos de conservação utilizados nestes alimentos (salga, fumagem, cura, adição de conservantes químicos) geram compostos carcinogénicos. Adicionalmente são, de uma forma geral, densamente energéticas e contêm níveis elevados de sal.

 

Bebidas alcoólicas

 

O consumo de bebidas alcoólicas aumenta o risco de vários tipos de cancro, nomeadamente de cancro colo-retal.

Optando por consumir bebidas alcoólicas, não deve ultrapassar, por dia, duas bebidas, se for homem, ou uma se for mulher.

 

Alimentos salgados

 

O consumo de sal e de alimentos conservados com sal constituem fatores de risco para alguns cancros, especialmente de cancro do estômago. Devem evitar-se alimentos salgados e preservados em sal, assim como o uso excessivo de sal de adição, procurando assim que o consumo de sal seja inferior a 6 gramas (2,4g de sódio) por dia.

 

  • Cuide do Seu Peso

O excesso de peso e a obesidade aumentam o risco de vários tipos de cancro, incluindo de cancro colo-retal. A manutenção de um peso saudável ao longo da vida pode ser uma das formas mais significativas de prevenir cancro e outras doenças crónicas. Assim, devem-se evitar aumentos significativos de peso e do perímetro da cintura na idade adulta.

Recomenda-se a perda de peso a quem está acima do limite do normal do Índice de Massa Corporal (IMC), de modo a atingir um peso saudável, procurando o acompanhamento de um profissional especializado.

Saiba já o seu Índice de Massa Corporal (IMC): Aqui

 

  • Seja ativo

 

Um estilo de vida sedentário aumenta o risco de alguns tipos de cancro, nomeadamente de cancro colo-retal, e está na base de aumento de peso e, consequentemente, da prevalência de excesso de peso e obesidade (que são também, em si, fatores de risco para alguns cancros).

Assuma a atividade física como uma parte integrante do seu dia-a-dia. Faça uma caminhada diária de pelo menos 30 minutos, tão rápida quanto possível (ou outro exercício equivalente). Melhorando a sua resistência, aumente o objetivo para 60 minutos de atividade física moderada ou 30 minutos de atividade física mais intensa, diariamente.

Todas as formas de atividade física têm efeito protetor contra esses tipos de cancro.

Limite o tempo dedicado a hábitos sedentários, tais como ver televisão. Deixe o carro e vá a pé, use mais as escadas em vez do elevador, trate do jardim e da casa… seja ativo!

 

  • Suplementos dietéticos

De forma geral, não é recomendada a suplementação nutricional para a prevenção de cancro, uma vez que esta pode comportar efeitos adversos inesperados. Assim, as necessidades nutricionais devem ser, preferencialmente, atingidas através de uma alimentação adequada.

 

Tem dúvidas? Contacte-nos! (clique para aceder)

Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
´
Europacolon nos media VER TODO O ARQUIVO





Visitantes

Flag Counter